segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

A dança

          O universo inteiro está em movimento; a terra, a água, o ar, os corpos celeste, os seres vivos, etc. Tudo tem seu próprio movimento e ritmo, sendo ele voluntário ou não, consciente ou inconsciente. É através do movimento das coisas que a história se faz; e foi através do movimento corporal que o homem primitivo começou a construir uma nova linguagem, a linguagem da dança; antes dele falar, escrever, ele dançou.
            O homem começou a dançar para expressar-se, comunicar-se com sua tribo e com os Deuses; pela exuberância física; para a fertilidade da terra e do homem; em nascimentos, casamentos e falecimentos; para pedir Sol ou chuva. A dança estava constantemente presente na sua vida; e durante os anos o homem foi codificando e decodificando seus próprios movimentos de acordo com suas crenças, necessidades e habilidades; e assim as diferentes danças surgiram em cada canto do mundo; cada qual com sua particularidade; e todas fazem parte da linguagem universal da dança; universal porque todas buscam o movimento independente de sua forma ou finalidade.
            O homem primitivo dançava porque não sabia falar, hoje os homens falam, mas continuam dançando, não como antes, mas dançam, mesmo depois de anos de evolução e transformação. Nós, talvez, continuamos dançando porque o movimento faz parte de nossas vidas; porque a dança fortalece a saúde e o espírito. A dança é uma linguagem universal, através da qual o corpo se expressa, e os humanos se entendem. Assim como todas as artes, a dança tem um papel importante na sociedade, a de unir homens, natureza e de um ser muito maior do que nós; além de desenvolver a piscomotricidade, a criatividade, a convivência social, o raciocínio, entre tantas outras coisas que contribuem para a formação de um cidadão.
            Como diz Santo Agostinho: “...Ó homem aprende a dançar! Caso contrario, os anjos não saberão o que fazer contigo”.

Referências:

PORTINARI, M. História da dança. Rio de Janeiro: Nova fronteira, 1989.

WOSIEN, B. Dança – uma caminho para a totalidade. Trad. de Maria Leonor Rodenbach e Raphael de Haro Júnior. 1 ed. São Paulo: Triom, 2000.

WOSNIAK, CRISTIANE. História da dança. Curitiba, FAP, 2003. Disciplina de História da Dança. Curso de Dança. Apostila.

Nenhum comentário:

Postar um comentário