quarta-feira, 25 de julho de 2012

30 Festival de Dança de joinville - 2012

O grupo Natyakshithi este ano participou do festival através do Dança Indiana Brasil, com as bailarinas Miriam Lamas Baiak e Krishna Sharana.
 
 
 
Revista Dança Brasil, mês de agosto
 



30º FESTIVAL DE DANÇA DE JOINVILLE

            O festival de dança de Joinville, em Santa Catarina, é realizado todo ano no mês de julho durante 10 dias. Atualmente é o maior do mundo, considerando o número de participantes.
            Nesta época a cidade vive a dança, com apresentações gratuitas na Feira da Sapatilha, shoppings, praças, empresas, hospitais e nas ruas. No teatro acontece a competição de todos os estilos e a Mostra Contemporânea com grupos selecionados. Os participantes também podem fazer cursos, assistir seminários, palestras e trocar experiência.
            Para as apresentações no palco aberto e para a competição é necessário passar por uma seletiva, nas demais atividades é só fazer a inscrição.
            Em 2010 o grupo “Padma” de Florianópolis participou da noite competitiva com uma coreografia de Bollywood. Ano passado o grupo “Natyakshithi” participou dos palcos abertos com a bailarina Miriam Lamas Baiak. E este ano esteve presente o “Dança Indiana Brasil” com as bailarinas Krishna Sharana Devadasi e Miriam Lamas Baiak, apresentando-se na Feira da Sapatilha, na Praça Nereu Ramos e no Shopping Müller com 3 coreografias de Bharatha natyam:
O “Ganesh Katutwan” é um dos itens mais antigos ainda apresentados. “Katutwan” significa hino, e este em especial é uma homenagem ao Deus Ganesh.
“Bho Shambo” é a dança poderosa de Shiva Tandava; revelando Shiva como o Senhor da yoga e da dança. Nesta canção ele é adorado de diversas formas como Nataraja, Dakshinamurti e Lingam.
E o “Jatiswaram” um dos itens do repertório, onde “nritta”, a dança pura, é mostrada em diversos “jatis”, tempos rítmicos.
            A curiosidade de muitas pessoas fez com que viessem conversar conosco antes e após as apresentações, desta forma, além da dança também tivemos a chance de falar um pouco sobre a cultura indiana. Assim, além de divulgação tivemos reconhecimento, onde o púbico soube apreciar e valorizar o Bharatha natyam.
Foi muito gratificante poder mais uma vez divulgar a arte indiana neste festival, onde bailarinos, professores, coreógrafos e público em geral prestigiam a dança em todos seus estilos.
            Os festivais de dança é uma das formas de demonstrar as danças indianas para os brasileiros, para que conheçam a verdadeira cultura indiana e não os seus “clichês”.